Necesidade do binormativismo ou como isto podería axudar a impulsar a nosa lingua.

O binormativismo é umha política linguística pensada para tirar proveito em prol da língua às duas posturas normativas existentes na Galiza. Nós pensamos que as duas podem ter vantagens, agora e no futuro. Coexistiriam dous modelos gráficos para representar o galego: o ensinado atualmente nas escolas (que prioriza a identificaçom da norma com as falas atuais) e outro compartilhado com a Lusofonia (que prioriza a utilidade da língua). Os usos correspondentes a ambos os modelos teriam que ser debatidos e com certeza haveriam de ser assimétricos nos primeiros momentos, mas ambos deveriam ter algum reconhecimento legal.

“O binormativismo é umha política linguística pensada para tirar proveito em prol da língua às duas posturas normativas existentes na Galiza”

Ajudaria a impulsar o galego? Ajudaria, tenho a certeza, mas sobretodo nom lhe fecharia nengumha porta no futuro (nem a defesa do nosso galego como língua local nem as vantagens de ser umha língua internacional) e isso acabaria por ser bom para todas as pessoas, cuja simpatia polo idioma poderia aumentar graças ao facto de poderem desfrutar de mais oportunidades socioculturais e laborais.

Cre que podería chegar a adoptarse o binormativismo en todos os niveis educativos? Se non en todos, en cales?

Sem dúvida esta é a parte mais complexa, o aspeto que necessitaria de maior debate sossegado para que a proposta acabe por ser o positiva que pensamos que pode ser para o galego. Primeiro, a sociedade tem que entender a importância de aplicar umha política binormativista (para o idioma e para elas mesmas). Chegados a esse ponto, basta acordar e reacordar todo o necessário para implementar o binormativismo sem que ninguém se sinta prejudicado. O binormativismo parte da premissa que todos e todas as alunas deviam sair com conhecimento do galego local e do internacional do ensino secundário, mas é aventurado avançar, sem o acordo de todas as partes, quais seriam os níveis ou os horários em que cada um dos modelos seria ensinado.

Em qualquer caso, nós temos claro que a proposta poderia avançar só aplicando pequenas reformas: practicamente seria suficiente com desenvolver plenamente a Lei Paz Andrade. A muitos galegos e galegas isso ainda vai parecer complicar o panorama, mas devem pensar que com um mínimo esforço farám ganhar aos seus filhos e filhas muitas oportunidades.

Como de importante é que se oferten aulas de lingua portuguesa nos institutos de educación secundaria da Galiza?

É fundamental para a própria sobrevivência da língua. Vou pôr só um exemplo: grande parte do vocabulário galego que ainda reconhecemos como tal, porque às vezes ainda o vemos escrito, já deixou de ser usado pola gente nova. Essas pessoas têm que saber que existe um âmbito comunicativo em que esse vocabulário é imprescindível para comunicar: a Lusofonia. Ora, para chegar a essa conclusom é imprecindível as pessoas (todas as pessoas) conhecerem as outras variantes da nossa língua.

Cal considera que é a contribución de Carvalho máis importante para a língua?

Carvalho Calero foi um profundo conhecedor do idioma em todas as suas dimensões e ao longo da história e esse conhecimento ele levou-no primeiro aos seus estudos literários e depois à sua gramática e a dezenas de trabalhos sobre língua que foi publicando em muitos jornais e revistas. Durante as últimas décadas do franquismo foi o estudioso imprescindível para sustentar o idioma. Sem a Gramática de Carvalho, sem as normas de Carvalho que elaborou para a RAG, sem as aulas de Carvalho enquanto primeiro catedrático de Linguística e Literatura… o galego teria estado completamente órfão durante duas décadas. Ora bem, se me perguntas polo contributo mais importante, este ainda chega depois, a partir do ano 1975, quando se torna no grande planificador do galego, o grande pensador na planificaçom lingüística que devia ter o galego para manter-se com boa saúde. E daí a sua proposta reitegracionista. Foi o Pompeu Fabra galego 40 anos depois, só que no caso galego, por circunstâncias diversas, nom triunfou.

Cal considera que é a contribución de Carvalho máis importante para a literatura galega?

A sua obra literária é ainda desconhecida para o grande público, por razões que nom vale a pena lembrar estes dias, mas quem a conhece sabe bem que é um importante contributo para a literatura galega em todos os géneros. Ora bem, é consensual que o seu grande contributo à literatura é a sua História da Literatura Galega Contemporânea, a mais completa sistematizaçom da literatura galega feita até entom. Sem ela nom se entende nengumha obra posterior sobre a matéria. É monumental.

Leave a Reply

Your email address will not be published.